quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Blogs! Ameaça ou oportunidade?

Para dar o pontapé de saída a esta questão em volta dos blogs aqui ficam algumas ideias.
Uma que me parece assumida é a de que esta ferramenta se pode tornar um grande aliado do professor, dentro e fora das aulas, é porém fundamental estar atento aos objectivos que se pretendem atingir com a sua utilização e com a forma como é explorado.
No campo da educação, seja ele visto de forma mais restrita ou alargada, os blogs podem ser usados para:

  1. Apoio a uma disciplina.
  2. Reflexões em torno de temas educativos;
  3. Apresentações de projectos/trabalhos realizados por alunos (em grupo ou individualmente);
  4. Criação de um jornal escolar online;
  5. Divulgação das atividades de um clube de escola;
  6. Apresentação das várias etapas de um projecto educativo de um ou mais professores;
  7. Preparação de encontros ou reuniões;
  8. Etc..

De entre as críticas que costuma ser apontadas ao uso dos blogs na educação ressalto:

  1. Os Blogs dão excessiva liberdade aos alunos;
  2. Os professores não podem controlar os comentários;
  3. Os estudantes podem-se “ressentir” da pressão para melhorar por comparação com o trabalho e comentários dos seus pares.

Sendo assim, como toda ferramenta em educação, com os blogs deve-se levar em consideração as suas potencialidades e limitações, observando-se os objectivos e caminhos para alcançá-los. De qualquer forma, a utilização dos blogs na educação pode ser uma grande fonte de construção colectiva do conhecimento. Através da partilha, comunicação e interação entre os alunos.
Já agora recomendo um artigo “Blogue: uma ferramenta com potencialidades pedagógicas em diferentes níveis de ensino”, no qual podem ser encontrados exemplos práticos da sua utilização no ensino.


Disponivel em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/5915/1/3018.pdf

4 comentários:

Maria José disse...

Caro Franklim,
foi com agrado que visitei o blogue e em especial o tema tratado esta semana. Concordo com as potencialidades que indica e penso que apresenta uma perspectiva da utilidade dos blogues nas nossas escolas.
Gostei do link, que serve para consolidarmos as nossas ideias de aplicação
Obrigado
Maria José Godinho

Ana disse...

Olá Franklim!

Depois de passar pelos blogues dos colegas que trabalharam o seu tema, penso que, de uma forma geral, todos foram unânimes nas potencialidades apontadas pela utilização de blogues na educação. No entanto, e muito bem no meu entender, o Franklim chama a atenção para o facto de ao fazermos uso desta ferramenta termos sempre presentes os objectivos que se pretendem atingir e à forma como a exploramos.
Outro ponto que me chamou a atenção no seu texto, foi o facto de ter feito uma referência às críticas que costumam ser apresentadas ao uso dos blogues na educação.
Ana Grilo

Graça Andrino disse...

Li o texto com atenção e parece-me, de facto, que estou tão entusiasmada com esta novidade que mal antevejo os pontos menos positivos. Na realidade, as críticas são pertinentes e podem ajudar-nos na dinamização do blogue. A questão da excessiva liberdade aos alunos não me preocupa muito , acho eu (ou então, estou muito enganada... Estou?)
Guardei o artigo para futuras leituras. Obrigada pela partilha.

Anónimo disse...

Olá Franklim:

Gostei de ver o teu blogue. Já dominas muitas técnicas.
Quanto ao post referente à tarefa talvez o gostasse de ver um pouco mais desenvolvido, embora a lógica de um blog não queira postr muito extensos.

Votos de um bom trabalho

João Paulo Proença